veneno-para-escorpiao-guia

Guia para proteger sua família da picada de escorpião

Guia completo sobre Picada de escorpião e como manter sua família segura.

Continue lendo para saber tudo sobre os temidos e perigosos escorpiões:

O índice de letalidade dos escorpiões é de 0,1, enquanto das cobras é de 0,4. De acordo com dados do Ministério da Saúde, em 2015, foram registrados 74.598 mil casos de picadas e 119 mortes por escorpião contra 24.467 acidentes e 107 óbitos por picada de cobra.

Além do aumento de casos de picadas e óbitos por escorpião, mais pessoas tem notificado os acidentes. O aumento nesse número pode ser explicado com o crescimento da população e a ocupação desordenada dos espaços urbanos. Não são apenas os bichos que estão simplesmente invadindo. É preciso analisar as condições sócio-econômicas também.

Citação por Carlos Roberto de Medeiros –  Médico

O diretor explica que o maior número de acidentes acontece quando há o contato com o escorpião-amarelo. Essa espécie encontrou nas cidades um ambiente perfeito para viver e se reproduzir.

A picada de escorpião em pessoas idosas, crianças ou até mesmo animais de estimação pode ser fatal para a vitima.

Quais os tipos de escorpiões populares no Brasil?

Os escorpiões são animais invertebrados que apresentam corpo, quatro pares de pernas e cauda, na ponta da qual há bolsas de veneno e um ferrão. Embora existam inúmeras espécies desses animais, nem todas possuem um veneno tóxico o bastante para causar acidentes graves com sua picada.

Tipos de escorpiões que aparecem com mais frequencia:

 

Escorpião Amarelo

Possui as pernas e a cauda amarelo-claro e o tronco escuro. A denominação da especie é devida à presença de uma serrilha nos 3° e 4° anéis da cauda.

Mede até 7 cm de comprimento. Sua reprodução é partenogenética, na qual cada mãe tem aproximadamente dois partos com, em média, 20 filhotes cada, por ano, chegando a 160 filhotes durante a vida.

Devido aos hábitos domiciliares e à periculosidade da picada de escorpião é responsável pela maioria dos acidentes escorpiônicos verificados no Brasil em região urbana, devido ainda à grande expansão de distribuição nos últimos 25 anos.

Escorpião Preto/Marrom

Seu nome científico é Tityus Bahiensis e este tem provocado muitos acidentes em nossa cidade. Ele é facilmente reconhecido devido sua coloração marrom avermelhado.

Como o natural em escorpiões, estes também têm um hábito noturno, ou seja, passam o dia escondidos e saem a noite para procurar por suas refeições.

Gostam de se alojar em locais bem escuros, para que não sejam vistos. Um dos locais preferidos em grandes cidades é debaixo de armários, em buracos no quintal ou vasos de plantas, debaixo de camas e dentro de sapatos.

Importância da prevenção e combate a escorpiões

Os escorpiões são predadores ativos que possuem um ferrão venenoso para a captura de presas e para sua própria defesa. No Brasil, a espécie mais comum é o “escorpião-amarelo” (Tityus serrulatus), considerado o mais perigoso da América do Sul.

Um das causas de sua presença intensa é o crescimento das infestações de pragas devido ao desmatamento e à apropriação de áreas rurais ou abandonadas.

Por isso, a sociedade deve adotar medidas de prevenção e combate a escorpiões, garantindo a proteção de todos.

Onde são encontrados?

Picada de escorpião

Escorpiões podem ser encontrados em todas as regiões do território brasileiro, tanto na área urbana quanto na zona rural.

São animais de hábitos noturnos que em regra se escondem abrigados da luz, escondidos sob pedras, entulhos, lenha, material de construção, encanamentos, dentro de calçados e roupas, no interior das casas e em seus arredores.

Eles são carnívoros, portanto os escorpiões se alimentam-se de insetos, como cupins, grilos e baratas (especialmente), mas podem sobreviver longos períodos sem comida e sem água.

No Brasil, a maior parte dos acidentes com animais peçonhentos é provocada pela picada de escorpião e ocorrem dentro das casas. Em geral, os ataques ocorrem quando, de alguma forma, eles se sentem ameaçados com a proximidade de uma pessoa.

Sintomas de picada de escorpião

Dor intensa, sensação de ardência ou agulhadas, inflamação no local são os sintomas mais comuns da picada de escorpião.

Nos casos mais graves, pode acarretar aumento da frequência cardíaca, suores, enjoos, dificuldade para respirar, queda de pressão. Geralmente, as crianças ficam inquietas e apresentam movimentos descoordenados.

O que fazer em caso de picada de escorpião

Em caso de picada de escorpião, os primeiros socorros são:

  1. Lavar o local da picada com água e sabão;
  2. Manter o local da picada voltado para cima;
  3. Não cortar, furar ou apertar o local da picada;
  4. Beber bastante água;
  5. Ir o mais rápido a um pronto-socorro ou ligar para o SAMU 192.

IMPORTANTE: Se possível, leve o animal que a atacou. Isso ajuda a identificar com mais rapidez o antídoto que deve ser administrado.

Dicas para o combate a escorpiões 

O combate a escorpiões envolve alguns cuidados básicos que devem ser adotados tanto em residências quanto em locais comerciais e empresariais:

  • Vedar ralos, tanques e vãos;
  • Consertar falhas na estrutura física, como buracos em paredes;
  • Manter quintais e jardins limpos e aparados;
  • Evitar folhagens densas junto a paredes e muros;
  • Não colocar as mãos em buracos sob pedras e em troncos podres;
  • Colocar o lixo em locais que possam ser mantidos fechados para evitar insetos que servem de alimento para os escorpiões

Veneno para o combate a escorpiões 

Muitas vezes, mesmo adotando os cuidados recomendados, as construções podem sofrer com a presença de insetos indesejados. Pensando nisso, o Grupo Kelldrin oferece uma linha completa de produtos para te ajudar no combate a escorpiões.

Os produtos são disponibilizados nas versões spray, pó e líquido e podem ser pulverizados diretamente na superfície de contato.

Saiba mais sobre cada tipo de veneno para escorpião e saiba qual o melhor para sua necessidade. Se tiver alguma dúvida sobre nossas soluções, entre em contato pelo Whatsapp (62) 99972-9435 ou pela nossa central de atendimento.

Fontes utilizadas: R7

DEIXE SEU COMENTÁRIO E COMPARTILHE :)